Cinema/Viagens

Só consigo ousar quando sonho

Encontrei o cineasta Domingos Oliveira hoje perto da fonte do Parque Lage. Discutimos um bom tempo sobre como chegar a fonte. Na verdade, em alguns momentos até pensei que estávamos no Jardim Botânico mas logo reconheci o “castelo” do Parque.

Entre os últimos momentos que consigo recordar, nós dois começamos a conversar poéticamente na linguagem Manoelês (originada das poesias do Manoel de Barros. Não me dia que não conhece?!!!). A partir daí, parecia mais um filme do Buñuel ou ainda que o Dalí apareceria em poucos instantes para se juntar a nós.

“O violão enlatizou. Agora ninguém precisa cascá-lo enquanto toca. Mas Laís Costa não é nome de poetisa!”. Esta é uma das frases da conversa que eu consigo lembrar porque saí correndo do sonho para poder anotar em algum lugar. Se tivesse um bloquinho não precisaria ter acordado.

Após acordar fiquei um tempo pensando sobre o significado de todas as coisas, pessoas e referências que consegui identificar no sonho. Ou melhor, nesta última parte, em especial.

2011 começou como um ano especial, de novas conquistas, novos objetivos e novos sonhos que seriam realizados e daria lugar a outros milhares de sonhos, mas os prioritários seriam postos em prática. Eis que a implacável dona morte aparece em minha família e retira do convívio uma das pessoas que mais amei, minha avó materna. Ainda tenho dificuldades em retomar alguns objetivos e sonhos. Sair da estagnação e ousar mais, já que ultimamente a única ação ousada que tenho praticado é colocar o iPod no modo aleatório (exageeeeeero!).

Próximo post será sobre o Rio de Janeiro e com muitas fotos de lugares que eu amo desde sempre mas ainda não conheço, como o Parque Lage.

Não sei se tenho leitores rotineiros, até porque tenho postado modestamente há alguns meses, anos… Mas pretendo retomar o Reconvexo com muitas divagações, e assuntos que levem um pouquinho de encantamento ao cotidiano de vocês!

About these ads

4 comentários sobre “Só consigo ousar quando sonho

  1. Oi, Laís.
    Fiquei um pouco receosa em fazer esse comentário, mas depois resolvi fazê-lo, espero que não se incomode.

    Perdi meu avô recentemente e também era uma das pessoas que eu mais amei na vida. Foi a primeira morte “de verdade” que eu tive de alguém muito próximo. Sei que parece meio bobo pensar dessa maneira, mas sempre que eu começava a ficar um pouco mais triste, me lembrava dele e do tanto que era alegre e brincalhão. A tristeza logo passava quando eu me recordava das boas risadas que demos juntos nessa vida.
    Nunca é fácil lidar com a morte, apesar de ser uma certeza nas nossas vidas, mas há tantas coisas boas para viver. Você inclusive viveu uma delas, foi ao Rio de Janeiro, uma das cidades mais lindas do mundo!
    A vida ainda lhe reserva muitas coisas boas e positivas, já que é jovem e tem um belo futuro pela frente. Que sejas feliz.
    Desculpe pelo longo comentário, mas prolixidade é um dos defeitos que tento diminui. Rs.
    Forte abraço e tudo de bom!

    • Imagina, Stela, adorei o comentário!
      Agora já estou melhor mas é bem complicado lidar com a “morte”, mesmo sabendo que estamos sujeitos à ela e isso vai acontecer em algum momento.
      Volte mais vezes ao blog. Ele anda assim meio capenga mas eu sempre entro, apesar de não postar com tanta frequência.
      Um abraço,
      Laís

  2. Obrigada! Vou tentar manter uma rotina de postagens e não apenas quando acontecerem sonhos à la Dali!

  3. Adorei o post, brother! Adorei o sonho também. Como não consegui ir ao Parque Lage, espero seu post detalhado sobre o tal lugar. :)
    Não há como substitur pessoas que se foram, mas é possível que elas fiquem sempre na nossa memória. Assim é a vida, né.

    ps: poste mais, poste sempre! Eu e a galera da Rússia amamos! Haha.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s